quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Sobre aquilo que precisamos saber


Meu cabelo não é liso.

Meu cabelo não cresce para baixo. Meu cabelo não é escorrido. A raiz do meu cabelo não é baixinha. Meu cabelo não reflete a luz em um brilho espelhado. A textura dos meus fios não é sedosa ao toque. Meu cabelo não voa ao vento como nos comerciais. Meu cabelo também não permite que eu passe os dedos por entre os fios sem que eles fiquem presos. Eu não posso pentear meus cabelos secos com uma escova nem com um pente de dentes finos. Eu não gasto cinco minutos cuidando do cabelo. Eu não posso usar qualquer xampu nem posso ficar sem leave-in. 

O meu cabelo não é liso, mas não é por isso que o meu cabelo é ruim. O meu cabelo não é liso, ele é diferente. O meu cabelo é crespo. 

O meu cabelo tem volume. Tem textura. Tem corpo. Tem molinhas, ziguezagues. Às vezes não tem nenhum dos dois – é apenas um perfeito exemplar de cabelo do tipo carapinha. Meu cabelo faz coisas que um cabelo liso não faz. Ele precisa de coisas que o cabelo liso não precisa. Por isso, ele não pode ser tratado como um cabelo liso. Ele deve ser tratado como o cabelo que ele é. 

Ele não precisa ser transformado em um cabelo liso, até porque essa transformação é impossível. Ela será meramente visual porque, em essência, ele nunca deixará de ser crespo. 


Eu preciso saber que o meu cabelo não é liso. E se o seu cabelo for como o meu, você também precisa saber disso. Mas não basta saber, assim, da boca pra fora, tem que ter consciência disso o tempo inteiro, 24 horas por dia, sete dias por semana. Pode parecer óbvio, mas de tão óbvio às vezes a gente esquece. E a partir daí, criamos expectativas irreais para o nosso cabelo e nos frustramos. De decepção em decepção, nossa autoestima vai ao chão. E pra fazer com que ela se eleve de novo, amiga, é difícil e muitas vezes dolorido... 

Seu cabelo, como meu, precisa de mãos gentis, precisa de paciência, precisa de um pouco de compreensão. Ele precisa, sobretudo, de uma mudança de olhar, de uma quebra de todos os padrões existentes sobre o que é um cabelo bom, um cabelo bonito, um cabelo saudável. 

Todos os cabelos são bons e todos os cabelos podem ser bonitos e saudáveis quando bem tratados. Um bom tratamento se define por dar ao cabelo aquilo que ele necessita. Se os nossos cabelos não são lisos, eles não serão bem tratados se forem tratados como cabelos lisos. E nós não podemos acusá-los de ruins se o que damos a eles não é aquilo que eles querem. 


O seu cabelo não é duro, o seu cabelo não é palha, o seu cabelo não precisa ser domado – ele não está fora de controle. Pare de achar que o seu cabelo não tem solução – ele não é um problema, para início de conversa! Seu cabelo apenas não é liso.

72 comentários:

  1. Simplesmente lindo o seu texto. Que bom saber que mais pessoas pensam como eu, o cabelo crespo não é ruim, ele simplesmente não é liso. E quem inventou que o liso é mais bonito ou melhor é que é uma pessoa ruim, uma pessoa preconceituosa, uma pessoa do mal, como Hitler, que queria que todos fossem a cara de um e o focinho de outro.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com tudo que foi dito no texto acima e mais um pouco...Faltou citar os terríveis nozinhos que por ele e com ele muitas desistiram de ter crespo, sei que estou tocando MUITO nisso, mas todas as meninas que estão começando agora, tem que saber disso para que mais tarde não lhes venha o desespero.
    Realmente estimativo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vânia, é verdade! Esqueci de mencionar o básico dos cabelos crespos/encarapinhados: nosso cabelo dá nós, de todos os tipos. E é outra coisa com a qual a gente tem que aprender a conviver, do contrário enlouquece! rs
      Bjos!

      Excluir
    2. Da pra acreditar que um cabeleireiro me disse q qdo da nós é porque precisa de corte... E q o corte tem que ser na altura dos nós?! Se fizesse isso meu cabelo estaria na altura da nuca!!!

      Meu cabelo nao é liso... Da nós sim!!! Mas é muito bem tratado!!!

      Excluir
  3. Amei,amei,mais que amei!Passou um filme na minha cabeça!:)

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto. Me fez repensar a maneira de como vou tratar meu cabelo antes de ir trabalhar. Vou achar um meio-termo diário. Pelo menos já descobri que ele gosta do método LOC.
    Beijão.

    ResponderExcluir
  5. amei esse poema! nossa falou tudo
    bjs
    monikinhaflor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Adorei Nica, é isso aí, meu cabelo é crespo, respeitem meus cabelos crespos ! bjus

    ResponderExcluir
  7. lindooooooooooooooooooooooooooooooooooooo
    nossa era o q eu precisava ler hoje.
    mto obg

    ResponderExcluir
  8. Moças, muito obrigada pela visita de vocês. Fico feliz em saber que o texto as tocou de alguma forma :)
    Bjos!

    ResponderExcluir
  9. Lindo texto! Não pude deixar de dar Parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Foi perfeito!!!

    E eu já venho falando sobre isso a muitos anos com minhas amigas!

    Meu cabelo não é um problema, mas a solução para ele é ser aceito! Não podemos mais rejeitar nosso cabelo. Hoje eu recebo MUITOS elogios só pelo fato de me assumir, elogios que eu não recebia quando relaxava o cabelo.

    Antes eu morria de medo de sair na rua com o cabelo solto sem ter relaxado a raiz...Hoje, eu morro de medo é de jogar uma química nele e estragar todo meu esforço em deixar crescer e cuidar do meu black.

    Cada cabeça é uma sentença... Crespo é assim, liso é assado. xD

    BJOS

    ResponderExcluir
  11. Lindo texto Nica. Vi um vídeo em que a menina diz que o cabelo era duro e ela faz permanente.Achei triste.Acho que tudo é a vontade de conhecer o cabelo, pq não existe cabelo duro não.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Lindíssimo texto. Gostei :)
    É aquela história: todo cabelo é bom, porque tudo que Deus faz é bom. ;)
    Um abraço!

    Sarah

    ResponderExcluir
  13. Nica, honestamente, dessa vez você se superou!
    Queria que todo mundo divulgasse isso loucamente, porque tem muita gente que ainda não entendeu!
    Falou tudo e mais um pouco!
    Como disse a Rosa (outro blog maravilhoso!), não existe cabelo duro, mas cabelo maltratado, infelizmente, tem aos montes (seja crespo, ondulado ou liso)...
    Esther Mara

    ResponderExcluir
  14. Nica, parabéns pelo blog e por este texto maravilhoso.
    Sempre digo às meninas que nossos caracóis são como crianças: nos dão muito orgulho quando tratados com carinho e atenção...

    Flor, acabei de retornar ao meu blog e farei uma matéria sobre as gravuras de Ash The Painter, como uma Homenagem ao Cachos.
    Gostei tanto do seu texto que gostaria de colocar um Link para ele em tal matéria, ok?

    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karina! Pode linkar o texto à vontade! :)
      Obrigada pela visita!!
      Bjos!

      Excluir
    2. Florzinha, empolguei-me com seu texto e fiz a seguinte matéria:
      "Aprenda a Amar seus Cachos – Eu e meu Cabelo, Relato Pessoal"
      http://acorda-bonita.blogspot.com.br/2012/08/aprenda-amar-seus-cachos-eu-e-meu.html
      Coloquei um trecho do seu texto com o link... ^.~

      Nica, vasculhei seu blog e amei!
      Você fala dos nossos caracóis com o carinho que eles merecem!
      Vou colocar o Ameseucrespo na listinha dos blogs que recomendo no AcordaBonita! ^.~
      Beijos Mil.

      Excluir
    3. Karina, li e adorei sua matéria!
      Belíssimo depoimento!
      E muito, muito, muito obrigada pela menção à minha postagem e pela recomendação do blog!!
      Bjos!!!

      Excluir
  15. Ahhh
    Ví seu link no ultimo post da Karina
    AMEEEI
    Belo Blog
    bjooo

    ResponderExcluir
  16. Oi, Nica!! gosto muito das matéria do seu blog e dos seus depoimentos. Agora praticamente sou uma brasileira "naturalizada" e não artificialmente lisa desse padrão ridículo de beleza.

    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Você fala no texto:
    "O meu cabelo não é liso, mas não é por isso que o meu cabelo é ruim. O meu cabelo não é liso, ele é diferente. O meu cabelo é crespo. "
    Por que o cabelo crespo é diferente?? Ele é um tipo de cabelo mais que normal, ainda mais se tratando de Brasil.
    Achei um texto muito bom, concerteza, lindo.
    eu só acho que não é legal comparar tanto o cabelo crespo com o liso. Não acho preciso citar tanto o cabelo liso para falar do crespo, por mais que o liso seja considerado o tipo "bom". Falando que cabelo crespo é "diferente" e compara-lo tanto com o liso é a mesma coisa que a mídia faz, só que aqui de uma forma disfarçada, com uma mascara de blog de cabelos crespos. Se cada cabelo tem sua beleza, não cabe comparaçãoo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É inevitável a comparação com o cabelo liso porque, infelizmente o cabelo liso é o "padrão", é considerado o "normal" não só pela mídia, mas também pelos cursos de formação de cabeleireiros no Brasil inclusive, terra onde a maioria é afrodescendente, por mais esquizofrênico que isso possa parecer!

      O cabelo liso ainda é a referência de tratamento, cuidado e aparência, e muitas vezes nós detentoras de cabelo crespo não percebemos isso ao olharmos para nossas cabeças e acharmos que nosso cabelo está "errado".

      Quantas vezes nos pegamos questionando nossos hábitos capilares porque assistimos na TV alguma reportagem que contradiz totalmente aquilo que fazemos e aquilo que dá certo para nós? Acabamos nos achando as "erradas" quando não percebemos que aquelas "dicas para cabelo" são na verdade "dicas para cabelo liso"... E que portanto não temos de segui-las.

      Acho extremamente importante relembrar que nosso cabelo não é o cabelo das revistas e dos editoriais de dicas de beleza e que portanto ele não irá funcionar se seguirmos esse caminho. Nós não somos as erradas, os editoriais são ;)

      Ainda que, supreendentemente, acabemos por ser as "diferentes" onde deveríamos ser as "normais" não devemos, de forma alguma, nos considerar menos bonitas - e foi justamente ressaltar isto a intenção do texto.

      Excluir
  18. AMEEEEEEEEEEEEEEEEI! Já saí compartilhando por aí! PArabéns pelo blog, pelo texto lindo! Não podemos seguir padrões, devemos ser quem somos, assim como todo ser deveria fazer, somos únicos!

    ResponderExcluir
  19. Adorei o texto, muito lúcido e verdadeiro. Estou de saco cheio desse padrão imposto que faz todo mundo correr para um maldito salão e alisar o cabelo, danificando o próprio e a própria saúde a longo prazo. Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andreax, Drika, obrigada pela visita!!
      Bjos!!

      Excluir
  20. Eu gosto muito do blog e do texto... Mas quero realmente deixar meu incomodo em relação ao tema. Tenho eu cabelo cacheado/crespo e ALISO MEU CABELO, ESCOVO ELE E USO COMO BEM ENTENDO.
    E ha tempos venho convivendo com mulheres que assumiram o black e eu acho isso muito legal, válido e autentico...Mas essas mesmas pessoas que criticam a ditadura do cabelo liso (que eu não creio que exista) respondem com outra ditadura. Só eu sei o quanto escuto e sofro com o tal bullyng pq escolhi usar meu cabelo liso. É preciso RESPEITAR as escolhas de cada uma, sabe? Eu gosto de passar a mão no meu cabelo e escorregar, desde criança nunca gostei de muito volume, tenho o rosto redondo e não fica legal...Cada vez que vejo um blog com esse tema, eu comento pra que AS ESCOLHAS SEJAM RESPEITADAS, todas elas. Acho muito legal quem usa seu cabelo natural, quem usa liso e quem varia...E ainda faz com que respeitem seu estilo, seja ele qual for....O que não dá é ficar lançando ditaduras todos os dias...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, não entendi o motivo de sua queixa. Você vê os blogs e canais de comunicação da comunidade natural como um desrespeito às escolhas alheias?

      Eu tenho uma visão diferente da sua. Enquanto natural, percebo que uma parcela muito pequena das informações sobre cabelos são voltadas para mim, para a opção que eu fiz. Eu percebo que a minha escolha não recebe o devido respeito quando me pedem para "dar um jeito" no meu cabelo em entrevistas de emprego, ou quando me dizem que ele está "desarrumado" quando decido ir com ele natural a um evento importante, ou quando me julgam como desleixada ou com falta de amor próprio porque opto por mantê-lo da forma que ele veio ao mundo, ou ainda quando dizem que meu cabelo é ruim e que hoje em dia já existe progressiva pra dar jeito nele.

      Eu vejo os blogs de cabelo natural, ao contrário da sua leitura, como uma demonstração de real liberdade de escolha porque, como você disse, se todas as escolhas devem ser respeitadas, nada mais justo que todos os cabelos tenham seu espaço de representação, inclusive os naturais.

      É direito de quem opta por um cabelo natural poder falar sobre ele e poder falar sobre questões íntimas, subjetivas e também emitir suas opiniões - assim como imagino que façam as alisadas em blogs e fóruns e discussão voltados para elas.

      Acho superimportante (e nesse ponto acredito que concordemos) em não julgar as escolhas alheias. Mas também acho superimportante dar apoio a quem decide questionar suas próprias escolhas e se sente sozinho no processo. Parece de bom tom que haja espaços com os quais essas pessoas se identifiquem e se sintam confortáveis para falar de suas questões com o cabelo - e este é o nicho no qual o meu blog se encaixa. Quem não tem esse tipo de questão evidentemente não vai se interessar por frequentar um espaço como o meu blog, por exemplo. Não estamos aqui para converter pessoas, e sim para acolher quem deseja acolhimento.

      Excluir
    2. Boa tarde Nica.
      Gostaria de elogiar sua inciativa.
      Voce escreve super bem, esse texto em particular é maravilhoso, e pode ter certeza que concordo com voce sob todos os aspectos (gêneo, número e grau).
      Inclusive a sua resposta a este comentário anônimo foi muito educado, e solicito que para bom entendor bastou. Quem não gosta por favor retire-se.
      Me sinto muito acolhida, e adepta de meus cabelos há algum tempo, e sinto-me feliz 9muito muito feliz) por todos esses blogs de incentivo.
      Nossos mais siceros agradecimentos e parabéns!

      Excluir
  21. Achei o máximo esse seu texto! Super didático. Acho que toda crespa deveria ler e depois, se quisesse alisar mesmo assim, tudo bem...

    Muito bom!!

    ResponderExcluir
  22. Oi me chamo Ana Paula tenho os cabelos lisos mas sou mãe de um garoto de 13 anos adepto desde os 8 de tranças nagô e de gêmeas de 4 anos donas de cabelo super cacheados e volumosos. Porém devo confessar que apesar de ter desejado que minhas filhas não nascessem com os cabelos lisos, tenho lutado (muito e erradamente) para cuidar deles. Mas finalmente encontrei um site brasileiro que reuni dicas preciosas pra me ajudar.Há apenas 1 mês adotei a rotina do low poo e já tenho sentido muita diferença. Ainda tenho muitas dúvidas quanto aos produtos liberados pois tenho visto listas muito antigas, mas conto com sua ajuda nisso. Parabéns pelo blog e que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anap, aqui no blog há um post específico sobre os xampus e condicionadores que eu costumo usar e dão supercerto nos meus cabelos. Quase todos são liberados para low poo ou no poo. Dá uma conferida, talvez algum deles funcione pro cabelinho das pequenas tb!
      Bjos! E parabéns por valorizar a beleza das suas filhas, elas com certeza serão muito gratas no futuro, pode apostar! :)

      Excluir
  23. Nica, andei lendo o blog inteiro nos últimos dias e preciso, necessito mesmo, lhe parabenizar. vc escreve muuuito bem e conseguiu reunir informações preciosas que a gente encontra espalhadas pela internet. estou há 6 meses em transição e minha vontade de cortar de vez a parte com química do meu cabelo só aumentou depois que encontrei seu blog. esse texto aí deveria ser a oração das crespas, sério mesmo. parabéns!

    ResponderExcluir
  24. Oi, Nica! Estava pesquisando um pouco sobre No e Low Poo e li seu blog pela primeira vez hoje, adorei esse post, me senti tão amparada!!! hahahaha
    Há muito tempo parei de brigar com a natureza do meu cabelo, e pra minha sorte tenho um cabeleireiro ótimo que nunca permitiria que eu alisasse ou tentasse ir contra essa natureza cacheada. Ele sabe como cortar meu cabelo pra ficar ótimo, já conhece a textura e tal, então confio 100%. Agora estou buscando opções pro meu cabelo não ficar só legal, bonitinho, mas pra ficar O CABELO, e esse post diz TUDO: é uma questão de aceitação e consciência até, pra não ficar frustrada ao ver aqueles looks de novela que levaram horas pra ser montados e não têm nada a ver com nosso tipo de cabelo. Parabéns, a partir de agora seu blog entrou pra minha lista de favoritos, com certeza! Bjos!

    ResponderExcluir
  25. Seu post está cheio de atitude! Nunca tinha lido algo tão inspirador e profundo. Adorei e ja estou seguindo seu blog. Faz uma visita no meu e se gostar segue tb. Bjs http://www.blogdapreta.com.br

    ResponderExcluir
  26. QUERIDA NICA SEMPRE ENTRO NO TEU BLOG PARA VER AS NOVIDADES E ACHO MUITO INTERESSANTE CADA POSTAGEM SUA. ME ESCLAREÇA UMA COISINHA: MEU CABELO AINDA ESTÁ COM QUIMICA E JÁ FAZ 4 MESES QUE NÃO PASSO NENHUMA QUIMICA. LENDO TEU POST SOBRE OLEO NO COURO CABELUDO. NA TUA OPINIÃO ELES SERVEM PARA HIDRATAR OS NOVOS FIOS QUE ESTÃO NASCENDO, JÁ QUE ELES NASCEM JÁ RESSECADO? SERÁ SE ELES AJUDAM A CRESCER MAIS RÁPIDO, JÁ QUE O OLEO DE JOJOBA E DE LINHAÇA POR EXEMPLO TEM ESSE BENEFICIO TAMBÉM. ELES AJUDARAM A CRESCER MAIS RÁPIDO TUAS MOLINHAS?

    BJOS E ESPERO SUA RESPOSTA O MAIS RÁPIDO POSSIVEL...

    ResponderExcluir
  27. Olá, adoro o seu blog, ele me incentivou bastante na minha fase de transição ! To seguindo. Dá uma olhada no nosso blog http://coisasdecriola.blogspot.com.br/ se gostar segue a gente. Beijão !

    ResponderExcluir
  28. Muito bom!
    Apesar de ter optado pelo liso, realmente o texto é ótimo!

    Nat
    maisconsumismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. Olha, to tentando abandonar a química, porém há um problema: o meu cabelo demora muito pra crescer e por isso a química demora muuuuuuitooo pra sair...será que pra isso tem jeito??

    ResponderExcluir
  30. Oi linda tudo bem?
    Estou passando para avisá-la que tem selinho pra vc lá no blog http://nanda-beleza.blogspot.com.br/2012/10/meu-primeiro-selinho.html

    Bjo e espero que goste!

    ResponderExcluir
  31. Oi querida estou começando a transição no meu cabelo, sei que é dificil, já tem gente falando que não vou conseguir. Meu intento é passar da guanidina para o tioglicolato, mas venho percebendo o crescimento dos meus fios(ainda não cortei), e percebi que crescem enroladinhos bem apertadinhos, e sinceramente to começando a me apaixonar por eles e pensando em assumir minhas raizes. vou cortar esta semana na altura dos ombros e ver como ele vai reagindo. Amei seu blog e já estou seguindo ele, quero te convidar para seguir o meu tb, bjs.
    http://www.blogdapreta.com.br
    Black Beauty
    Preta

    ResponderExcluir
  32. Seguindo,segue de volta http://fiquelindah.blogspot.com.br ,bjs ...

    ResponderExcluir
  33. Oi tem selinho pra vc lá no meu blog. bjs
    http://www.blogdapreta.com.br
    black Beauty
    Preta

    ResponderExcluir
  34. Olá Nica! Eu fazia relaxamento e na ultima vez que fiz no começo do ano meus cabelos cairam bastante e então resolvi dar um tempo. Só que a raiz crespa está aparecendo e quando faço rabo de cavalo fica aqueles fios arrepiados pra cima e eu não sei o que fazer para discipliná-los. Estou pensando na possibilidade de relaxar de novo, mas não quero nem imaginar se meus cabelos caírem de novo.

    Já comprei vários tipo de creme, leite pra pentear, fiz hidratação e não consigo domá-los. Vc teria alguma dica para abaixar esses tufos teimosos?

    ResponderExcluir
  35. gostaria de um post de como cuidar do cabelo no inverno, a minha duvida é muito grande

    ResponderExcluir
  36. Oi,nossa muito legal a maneira como é abordado o cabelo crespo. Tudo é uma questão de possuir novos olhos.

    ResponderExcluir
  37. Pôxa, Nica...Abandonou o blog, foi??
    Volta, por favor!!
    Linkei seu texto no meu blog. Vc é fonte de informação e inspiração!
    Beijos mil!

    Lu Xavier
    ocabelodanega.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  38. Bem, bem... Como disse uma moça acima, é questão de escolha mesmo. Pra as donas de crespo q amam o crespo, o crespo será lindo. Pra quem não gosta, aí o calvário é grande - e eu sei bem, ou quase arranco a cabeça penteando ou dou uma aliviadinha com permanente(não gosto nem do crespão nem do lisinho, prefiro os cachos). Não, não gosto de crespo, mas respeito quem assume e acho lindo um black legal(o meu fica assim, "armadinho", mesmo q mais "aliviado" por conta do permanente. Prefiro meus cabelos mais sedosos, cacheados... Só penso q tanto quem gosta do crespo e assume, qto quem não gosta/detesta e quer dar uma aliviada nas madeixas deve ser respeitada. OUtro ponto: Admito sim q cabelo crespo NÃO É fácil de lidar. É um cabelo difícil, dá trabalho - e o meu é cruel mesmo, né mole não, é DURO ter q lidar com ele ao natural(se deixasse realmente natural, a "dor de cabeça" seria muito grande, LITERALMENTE falando - exige cuidados q nem todos podem fazer, pois são caros demais para a maioria dos bolsos deste país... Enfim, pra mim, crespo natural = cruz pesada q não quero carregar, pra quem gosta do crespo apesar das dificuldades q ele tem, q seja feliz, quem não gosta e quer mudar, tb! Afinal de contas, cada uma é dona do seu cabelo q sabe bem o q fazer para adequar a seu gosto. Bjos! ;)

    ResponderExcluir
  39. achei muito da hora este texto ele relata ,perfeitamento o cabelo crespo parabens pela objetividade.

    ResponderExcluir
  40. nica amei seus cachinhos eles sao naturais? ou voce usa um creme especifico para mante-los baixinhos amei tipo carapinha. bjusss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São naturais, Anônimo. Você pode ver os produtos que eu uso para manter o cabelo hidratado nas postagens do blog
      Bjos!

      Excluir
  41. lindooo massa amei este texto td qe eu precisava ouvir hj

    ResponderExcluir
  42. Adoreiiiiii!!! Demas o seu blog, já estou seguindo.
    Siga o meu também, tá? Vou adorar estar sempre em contato com você!!!

    http://kinayacabeloafro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  43. Oi! Sei que esse post é antigo mas gostaria de fazer uma pergunta. Passei anos alisando o cabelo mas agora resolvi parar, já fazem cinco meses que nao coloco química no cabelo. Meu cabelo é muito crespo, ele é kinky, pouco voulumoso mas muito embaraçado. Tô fazendo o cronograma capilar, e faço umectação com oleo de mamona e de abacate. Mas nos dias que eu não molho fica muito difícil de pentear. Se eu molhar todo dia, retira os nutrientes das hidratações e das nutrições que estou fazendo?
    Obrigada
    Ana

    ResponderExcluir
  44. Muito bem seu texto parabéns, as vezes me sinto tão deprimida por causa do cabelo, já até deixei de sair por causa disso! Estou tentando cuidar dele e ficar mais feliz, mas é um pouco difícil né!!

    ResponderExcluir
  45. Belíssimas palavras Nica!parabéns por ajudar tantas e tantas gurias com esse problema de auto-aceitação.
    eu passei por tudo isso e hoje eu sou feliz,sendo afro descendente,tendo cabelo crespo lindo e natural...eu me amo,eu me aceito!
    Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  46. Perfeito.. postei no Face..mas.... eu acho q qdo nossos cabelos são hidratados eles são macios ao toque sim!! ^^... mas o seu texto é perfeito..!!

    ResponderExcluir
  47. Olá!
    Eu cheguei aqui por causa desse post no blog Beleza Interior e vim aqui para conferir de perto e dizer que amei o seu texto e peço permissão para compartilhar no meu blog, com devidos créditos, claro.
    Eu estou em fase de transição e descobrindo a cada dia como cuidar dos meus cachos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rejane! pode compartilhar sim, eu agradeço, aliás!
      Muito legal saber que vc gostou!
      Bjos!

      Excluir
  48. Lindo texto. Aqui onde moro(Portugal,Lisboa), todas , mas é que todas as meninas/mulheres com 4c que vejo, ou está alisado ou usam alongamentos/perucas, e quase sempre de textura lisa. É escusado dizer que muitas das vezes o aspecto é feio, o cabelo fica estranho com o alisamento e também com os alongamentos, muitas vezes de má qualidade! Se elas soubessem como estão esquisitas com esses cabelos! Por isso quando vejo alguma de 4c assumido, bem tratado e amado não consigo evitar um sorriso! Quase me apetece pedir um autógrafo a essa guerreira! :)

    ResponderExcluir
  49. Tenho 16 e estou querendo me aceitar, meu cabelo tem a raiz lisa e ondas que o deixam cacheado, mas ainda sim quando me olho no espelho não me acho tão bonita quanto se fosse lisa...

    ResponderExcluir
  50. O texto, o blog e a blogueira... Me sinto acolhida e representada por cada palavra dita aqui no respeito ao cabelo natural. Engrossei as estatísticas das adeptas as progressivas de toda sorte durante anos até que chegou o dia D. De decidir que já era o bastante, que não dava mais pra continuar na ilusão de um cabelo liso. Um ano e 7 meses de transição já com os cachos totalmente naturais, eis que surge uma nova mulher, com autoestima super mega hiper elevada. Uma mulher feliz em paz consigo e com seus cabelos. Uma mulher que recebe elogios a todo momento tanto por homens quanto por mulheres que embora gostem dos meus cabelos ainda não tiveram coragem de assumir seus cachos. Abaixo a ditadura do liso forçado imposto pela mídia, pela moda, pelos salões badalados de SP/RJ e internacionais. Viva as black, crespas ou cacheadas. Viva a mulher dos cabelos naturais rsrss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tati, que belo depoimento!
      Um grande beijo!

      Excluir
  51. Vou presentear uma colega que está prestes a desistir de aprender a amar seu cabelo, portanto a si mesma. Gratidão por isso!

    ResponderExcluir